segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

25 dias depois

25 dias depois do João nascer, recebeu o seu primeiro biberão de leite não materno...
O aumento de peso não tem sido muito bom e embora tenha tido uma subida de leite muito grande, agora não me parece que o leite não é muito.
Tento tirar com a bomba para estimular a produção depois do João mamar, mas nem sempre consigo e quando o faço tiro uns míseros 20-40 ml, às vezes nem isso.
Por tudo isto, vou começar a dar 2 biberões por dia, à meia noite e a meio do dia. A ver vamos o veredicto da balança no dia 25 quando formos à consulta de 1 mês.
Sem ser isto, o João está óptimo e super bem disposto. Os momentos que mais adora são os da muda da fralda quando se mexe imenso e "palra" para a delícia dos nossos ouvidos :)

5 comentários:

baby Just disse...

às vezes é necessário, tem de ser, mas nao desistas de amamentar, é que às vezes o aumento de peso deles nao é grande, eu que diga do Rafael que era lingrinhas, mas eu sei como eu ficava preocupada que nao aumentava suficiente, ou eu nao tinha bom leite ou nao tinha quantidade suficiente..... é complicado psicologicamente, eu si que é.... Mas vai passar vais ver... Beijoka enorme
Patrícia

Sandra disse...

Linda, não fiques assim!
Por volta das 3 semanas e 3 meses eles costumam mamar mais vezes e diminuir o espaço entre as mamadas (picos de crescimento). Uma forma de conseguires tirar mais leite é na(s) mamada(s) da noite. Durante o dia e em especial ao fim da tarde não se consegue tirar muito. A mim ajuda-me imenso beber 500ml de cevada antes de retirar o resto do leite com a bomba e normalmente quando tiro leite estou a responder a emails, colocar posts, a ver Tv ou distraída com qq coisa e assim não stresso se está a sair muito ou pouco! Lembro-me que foi por volta das 3 semanas que dei uns 6 biberões de leite artificial ao Daniel porque estava com pouca quantidade mas na semana seguinte tudo voltou ao normal e agora tenho bastante leite.
Bebe muitos líquidos (mínimo 3l/dia), come bem e relaxa amiga. Não desistas de dar de mamar... continua a tentar tirar tudo o que possas com a bomba depois dele comer.

Beijões grandes cheios de saudades,
Sandra

anaguieiras disse...

É!!!... sei bem o que isso é... com a diferença de me ter acontecido com a minha primeira e até agora, única filha.
O aumento de peso, não era nada bom, havia vezes que nem sequer engordava....a familia sempre a dar comentários, o trabalho, que embora em licença de maternidade não pude "abandonar" por completo, o stress de ser mãe de primeira viagem....sei lá tudo me stressou....também tinha muitas dificuldades em tirar leite, após a mamada, quase não conseguia tirar nada....foi introduzido ao mês e meio um suplemento..., primeiro introduzi para beber depois da maminha, depois começei a substituir mesmo 1 ou 2 refeições de maminha por leite de lata. Ela deixou de mamar na mama.... o biberon era mais fácil. Deixei por completo de dar o meu leitinho, aos três meses e meio dela.... foi um stress, tinha que andar sempre de bomba atrás, para ver se conseguia dar o máximo de leite da maminha e o minimo de lata, mas a lata foi ganhando terreno.... é assim a vida....

O importante é não stressar e quando for mãe de novo, tudo vai ser diferente, pelo menos já não sou mãe de primeira viagem, e não vou me enervar á primeira contrariedade.

Beijos e tudo a correr bem...

Ana
familiateixeira.blogs.sapo.pt

María&Peste disse...

Se tem de ser, tem de ser....também dei leite artificial ao David tinha ele umas 3 semanas e não gostei nada...mas teve de ser..

Bjnhos grandes

baby Just disse...

Querida Rita, eu cá as enfermeiras que vinham ajudar em casa nos primeiros dias mandara-me tomar um chá de ervas que dizem que estimula o leite, eu tomei e nao tive problemas com o leite (só na cabeça mesmo) e levei para a PatríciaM que também tomou e ainda está tudo a correr bem, a Patrícia já falou comigo, e eu vou a Portugal na próxima semana e levo-te uns pacotes, nao custa tentar, mal nao faz, é só chá mesmo (é uma espécie de chá de funcho com outras ervas)
Beijokas enormes
Patrícia