segunda-feira, 15 de setembro de 2008

ai o trabalho...

Se ganhasse o euro milhões nunca mais trabalhava a tempo inteiro!

Preciso de ver os meus filhos crescer, acompanhar o seu desenvolvimento, sentir que lhes dedico todo o tempo do mundo e ver o seu sorriso quando estão felizes.
Neste momento a minha vida está transformada num stress e a minha única safa é estar a fazer horário de amamentação e ter um chefe porreiro q não se chateia com o meu horário!
Entre ir po-los à escola, tentar q o Afonso fique bem com a educadora, apanhar o comboio/metro, trabalhar, almoçar, trabalhar e sair à risca às 17h para não perder metro/comboio e chegar às 18h à escola, vão 9 horas do meu dia passados sempre a olhar para o relógio... No meio disto tudo ainda tento espremer uma aulita de ginásio de 30 m para ver se volto ao peso antes dos filhos!
Sim, louca, chamem-me louca por ainda me ter inscrito na ginástica mesmo com este horário maluco... Mas eu preciso e o marido e os filhos agradecem. O marido pela figura mais "esbelta" e os filhos pelo aumento da forma física para os acompanhar nas brincadeiras:)
Custa habituar-me a este ritmo, mas não há-de ser nada....
Para escrever este post, aproveitei q comi em 5 minutos e estou à espera de uma colega para ir para uma reunião, lol!
E espera-me algo ainda pior... esperam-me 2 semanas de um curso pós-laboral q começa às 18 e acaba às 20h30:(
O que me vale são os meus pais, vivam os avós principalmente aqueles com um emprego mais flexível e que podem ir buscar os netos à escola, ficar com eles até q o pai chegue e ajudar no banho e jantar!

Agora já estou cheia de saudades dos meus pequenotes e a pensar como é q estará o João do nariz (está muito ranhosito) e se o Afonso está feliz e se dormiu a sesta...

4 comentários:

Celina disse...

Indentifico-me co~m o que escreves, também gostava de ter mais tempo para dedicar ao meu filhote...mas...
Gosto dos teus post, são engraçados!
Beijocas!

Patrícia M disse...

Um post que podia ter sido escrito por qualquer uma de nós!

Como te compreendo...

Beijocas grandes!


(no sábado lembra-me para te devolver a tua bomba de leite. Já a tenho lá em casa...)

susana disse...

Como eu te entendo :(
Tb eu me encontro nesse dilema e o que me tem safado sãos os meus pais porque sem eles eu nunca conseguiria organizar a minha vida e o do Gonkas.

Maria José disse...

Aí amiga cá em casa é igual. Temos de parar um bocadinho.
Sei bem o que sentes
bjs